Fibroblastos Humanos

Os fibroblastos desempenham um papel importante na manutenção da integridade do tecido conjuntivo além de serem responsáveis pela síntese de importantes proteínas da matriz extracelular, tais como colágenos, glicosaminoglicanos e glicoproteínas.

São células morfologicamente heterogêneas e sua aparência é dependente da localização e atividade in vivo. A lesão do tecido exibe um estímulo proliferativo para os fibroblastos e os induz a produzir proteínas de cicatrização de feridas.

Fibroblastos usados em cultura de células primárias são comumente isolados da camada da derme do prepúcio neonatal humano ou pele adulta. Eles são freqüentemente usados em estudos relacionados à engenharia de tecidos e aplicações de regeneração, cicatrização de feridas e a indução de células estaminais pluripotentes (iPSCs).