Depósito de células

118Diversos laboratórios necessitam para seus estudos de células que estão presentes somente em acervos de coleções internacionais. O BCRJ está cadastrado em várias delas e importa regularmente, desde 2002, células de biossegurança nível I e II e deposita em nome do pesquisador solicitante. Para maiores informações, entre em contato por e-mail.

Por que depositar uma linhagem celular?

O depósito de células em uma coleção é uma forma segura que o usuário tem para evitar a perda da linhagem celular  por diversos  motivos como: inviabilidade, contaminação, falta de reposição de nitrogênio líquido, problemas na rotulagem, entre outros. Estes são só alguns exemplos do que pode ocorrer em um laboratório.

CRIOTUBO-EDITADOO depósito no BCRJ funciona como um backup. A linhagem celular sempre estará à disposição do pesquisador e quando ele necessitar pagará somente o custo de frete.

 

 

 

Tipos de Depósito

O BCRJ procura expandir o seu acervo promovendo junto aos usuários de cultura de células duas formas de depósito:

Depósitos Abertos (Acervo de acesso público): Consiste nos materiais biológicos e informação associada de livre acesso para a comunidade científica e o setor produtivo. Este material pode ser distribuído para profissionais de instituições nacionais e internacionais para fins de pesquisa, desenvolvimento, diagnóstico e na produção de biofármacos. Este depósito é inteiramente grátis para o depositante.

No caso de células que estão sendo alvos de pesquisa científica em andamento e o depositário não tem o interesse que elas sejam distribuídas antes da conclusão, o BCRJ considera depósito aberto com restrição pelo período de um ano. Neste período, a célula só poderá ser distribuída com o consentimento do depositário. Após o período de um ano, a célula passa a condição de depósito aberto.

Depósitos Confidenciais (Acervo sigiloso): Refere-se ao material e informação associada, ambos de caráter sigiloso. Todo o processo é realizado de forma confidencial, separadamente das ações realizadas no acervo público. Neste caso o depositário tem duas alternativas:

1ª: Interesse apenas no backup e o BCRJ não executa nenhuma manipulação.

2ª: O BCRJ realiza expansão e ensaios para verificação e garantia da pureza, viabilidade e autenticidade da cultura.

Em ambos os casos, este depósito tem custo para o depositário.

As solicitações de depósito são submetidas a uma análise prévia da curadoria para verificação do enquadramento no escopo do acervo, nas exigências de cultivo e no nível de biossegurança.

O BCRJ reserva-se ao direito de não aceitar o depósito quando a cultura apresentar resultados divergentes na autenticidade e com presença de contaminantes.

Deposite sua linhagem conosco! O primeiro passo é entrar em contato por e-mail (bcrj@bcrj.org.br).