+55 21 2145-3337

Fale conosco:

Biobanco
Células Primárias

Serviços

Biobanco - Células Primárias

O Biobanco armazena e utiliza materiais biológicos humanos, que seriam descartados após procedimentos cirúrgicos, com a finalidade de obter células primárias.

A cultura de células primárias se refere à fase inicial do cultivo in vitro de células oriundas desses materiais biológicos.

Células Primárias

As células primárias humanas são mais próximas ao estado fisiológico das células in vivo, portanto geram dados mais representativos quanto aos sistemas vivos.

Essas células são matéria-prima para diversas finalidades biotecnológicas. Para isso, a metodologia empregada na obtenção e manutenção das células e no seu armazenamento em biobancos deve ser otimizada e padronizada, com objetivo de garantir a conservação das suas propriedades fisiológicas fundamentais e evitar problemas recorrentes das técnicas de cultivo celular, como seleção de população, senescência e contaminações.

Queratinócitos Humanos

O Biobanco mantém acervo de queratinócitos obtidos da pele normal de crianças. As idades e os locais de origem podem ser selecionados conforme a intenção da pesquisa.

A cultura de queratinócitos é muito utilizada em estudos da cicatrização da pele e de toxicidade de drogas.

Os queratinócitos são o tipo celular mais comum da pele, compondo a maioria da epiderme. Essas células podem ser isoladas de diferentes locais do corpo. No entanto, os queratinócitos mais utilizados em cultura de células primárias são isolados da epiderme do prepúcio humano juvenil ou da pele humana adulta. Os queratinócitos cultivados em meio de crescimento com baixo teor de cálcio e isento de soro manterão as células num estado proliferativo não diferenciado enquanto inibem o crescimento de fibroblastos. Os queratinócitos são úteis para uma série de aplicações científicas, incluindo o estudo do comportamento do fator de crescimento, cicatrização de feridas, estudos de toxicidade / irritabilidade e uso como células-alvo para a derivação de células-tronco pluripotentes induzidas.

Fibroblastos Humanos

O Biobanco mantém acervo de fibroblastos obtidos da pele normal de crianças. As idades e os locais de origem podem ser selecionados conforme a intenção da pesquisa. Fibroblastos normais humanos são células geneticamente estáveis, permanecem diploides por muitas passagens e alcançam a senescência, in vitro, após duplicar de 50 a 100 vezes (WOO; POON, 2004). Os fibroblastos da derme correspondem a uma população versátil de células, com alta capacidade de produção e deposição da matriz extracelular e responsável pela cicatrização e respostas às agressões externas.

Os fibroblastos desempenham um papel importante na manutenção da integridade do tecido conjuntivo além de serem responsáveis pela síntese de importantes proteínas da matriz extracelular, tais como colágenos, glicosaminoglicanos e glicoproteínas.
São células morfologicamente heterogêneas e sua aparência é dependente da localização e atividade in vivo. A lesão do tecido exibe um estímulo proliferativo para os fibroblastos e os induz a produzir proteínas de cicatrização de feridas.
Fibroblastos usados em cultura de células primárias são comumente isolados da camada da derme do prepúcio neonatal humano ou pele adulta. Eles são frequentemente usados em estudos relacionados à engenharia de tecidos e aplicações de regeneração, cicatrização de feridas e a indução de células estaminais pluripotentes (iPSCs).

Melanócitos Humanos

O Biobanco mantém acervo de melanócitos obtidos da pele normal de crianças. As idades e os locais de origem podem ser selecionados conforme a intenção da pesquisa.

Os melanócitos são encontrados principalmente na epiderme. São células especializadas da pele que produzem o pigmento melanina, que dá à pele sua cor e a protege dos efeitos perigosos da radiação UV.
Os melanócitos mais úteis para pesquisa são isolados da epiderme do prepúcio juvenil humano ou da pele humana adulta.
Os melanócitos são freqüentemente usados no estudo in vitro de cicatrização de feridas, e como modelos de teste para estudos de toxicidade / irritabilidade, melanoma, resposta dérmica à radiação UV, psoríase e outras doenças da pele, bem como para pesquisa cosmética.

+55 21 2145-3337

Fale conosco: